Propagar

Propagar

A propagação de um domínio é o processo através do qual as pessoas que estão a ver um domínio num servidor passam a ver o mesmo domínio noutro servidor.

O processo é desencadeado a nível do registo do domínio através das alterações dos nameservers.

 

Um utilizador que vá tentar aceder ao domínio faz com que os servidores donde acedem vão perguntar a uma estrutura de servidores a que ip corresponde aquele domínio. Essa estrutura tem vários níveis e no caso de em nenhum desses níveis haver essa informação vai-se ao nível do registo do domínio que envia então o local onde está.

No entanto essa informação é guardada por todos esses servidores intermédios. Em pesquisas futuras em vez de haver tantas perguntas os servidores dão logo a resposta de onde está cada domínio.

Como os domínios são alterados com uma frequência reduzida isto faz que sejam precisas menos pesquisas e que a resposta seja mais rápida.

A nível dos registos dos domínios são definidos os tempos entre os refrescamento da informação e os servidores intermédios só irão verificar novamente esses dados depois de passado esse tempo.

 

No entanto este mecanismo faz que no caso de haver alterações as mesmas só sejam conhecidas algum tempo depois a nível dos servidores da rede sendo habitual que a propagação demore até 3 dias.

Durante este tempo algumas pessoas verão o domínio no servidor antigo e outras pessoas verão o domínio no servidor novo. Isto depende por exemplo do fornecedor de acesso com que estão a trabalhar.

A nível do próprio PC do utilizador pode haver também dados armazenados.

Neste caso pode fazer o comando ipconfig /dnsflush na linha de comandos do dos para limpar a memória local.

 

Pode-se ainda usar um serviço do tipo http://anonymouse.org/anonwww.html o qual permite ver uma página como é visualizada a partir de outro computador.

 

 

Existe também